A Reforma da Previdência é necessária, mas não pode deixar os trabalhadores desprovidos de seus direitos

A Reforma da Previdência é necessária, mas não pode deixar os trabalhadores desprovidos de seus direitos

Image Here

A Reforma da Previdência é necessária, mas não pode deixar os trabalhadores desprovidos de seus direitos

A reforma da Previdência continua sendo o tema mais discutido, não só na comissão especial da Câmara, que analisa a proposta do governo, mas em todos os segmentos da sociedade. Não poderia ser diferente. A questão abrange milhões de brasileiros, que temem perder direitos conquistados. O governo, por sua vez, preocupado com o déficit previdenciário insiste na urgência da aprovação das medidas e, por conta dessa corrida contra o relógio, até admite promover algumas alterações na proposta original. Essas mudanças devem acontecer em cinco pontos: aposentadoria rural, benefício de prestação continuada, pensões, aposentadoria de professores e policiais, e regras de transição. Como membro da Comissão responsável pela análise da proposição, devo ressaltar que nenhuma reforma será eficiente se não houver uma discussão aprofundada de cada ponto polêmico. É necessário exaurir todos os argumentos a favor e contra. E é dentro deste princípio que reafirmo que, embora sendo o meu partido, o PRB, da base aliada, jamais seremos subservientes ao governo. Neste momento de tamanha importância para o nosso país, o embate de ideias se faz fundamental, afinal, a reforma da Previdência será, juntamente com a trabalhista, a tributária e a política, o principal desafio deste ano legislativo. A pauta é complexa e acontece em um ano difícil. Precisamos de consciência plena de que a retomada dos empregos e do crescimento depende dos ajustes que serão feitos pelo Congresso. Se por um lado, a reforma da Previdência é o grande desafio deste primeiro semestre, por outro não pode e não deve gerar injustiças, a ponto de desestruturar a sociedade. As reformas são necessárias, mas não podem deixar os trabalhadores desprovidos de seus direitos. Não é justo que eles paguem a conta de um rombo previdenciário que governos anteriores não se deram conta, ou melhor, fecharam os olhos. Pelo fato do país não ter feito mudanças mais lentas lá atrás, é que a situação chegou a esse ponto. Não podemos desviar o foco de que a Previdência foi criada para dar garantia ao trabalhador. Entendemos que o objetivo do governo ao propor novas regras para as aposentadorias é buscar a sustentabilidade das contas públicas, diante de um déficit crescente do sistema previdenciário brasileiro, mas, é preciso lembrar que o objetivo primeiro da Previdência não é ser um instrumento fiscal. A previsão de uma economia de 678 bilhões de reais em 10 anos, somente com o INSS, sendo 4 bilhões e 600 milhões, já em 2018, e 14 bilhões e 600 milhões de reais, em 2019, pode ser meta, desde que os trabalhadores não sejam prejudicados. Cada um de nós, parlamentares, tem o compromisso de agir com coerência. E essa coerência se faz ouvindo os anseios da população, analisando criteriosamente os pontos polêmicos e contatando os estudiosos da matéria para que se faça juízo de valor.  A proposta da reforma da Previdência tem que ser analisada com responsabilidade e espirito público, acima de disputas partidárias e eventuais divergências entre governo e oposição. Nenhuma decisão pode ser tomada de forma descompromissada. Por isso, debate e transparência precisam caminhar juntos. A Câmara será protagonista das reformas que o país precisa, mas tem que votar com a certeza de que trabalha pelo bem da sociedade. Vinicius Carvalho Deputado Federal a serviço do Povo
Leia o Informativo
  • Informativo Deputado Federal Vinicius Carvalho
Leia Também..
  • Missão Oficial em Londres pela Comissão Especial do PL3139/15, destinada a estudar o tema dos Seguros Mútuos e Cooperativos no Brasil

    Missão Oficial em Londres pela Comissão Especial do PL3139/15, destinada a estudar o tema dos Seguros Mútuos e Cooperativos no Brasil

  • Vinicius Carvalho recebe pedido de verba para melhorias da Santa Casa de Paraguçu Paulista

    Vinicius Carvalho recebe pedido de verba para melhorias da Santa Casa de Paraguçu Paulista

  • Lei de Migração

    Lei de Migração